Esse modelo passou a ser utilizado em praticamente todos os grandes portais e órgãos de comunicação, que vendiam seus espaços publicitários no modelo de CPM a seus anunciantes, porque consideravam que o usuário que navegava em seus sites já estava sendo impactado por esses anúncios, simplesmente por visualizá-los, mesmo que não clicasse. Ainda hoje, o valor de CPM é utilizado em plataformas de anúncios como o Facebook e Google AdWords e é uma métrica extremamente importante de análise de desempenho e custo. Além do mais, é impossível definir a taxa de cliques (CTR) de um anúncio sem termos em consideração o número de impressões dele.


Se você tem um blog sobre automóveis e sai divulgando programas de afiliados sobre como perder peso, porque você acha que todo mundo precisa emagrecer, é bem provável que não vá funcionar. Entender seu público e como ele se comporta dentro do seu site ou blog é fundamental para o sucesso das suas campanhas de marketing de afiliados. Quanto mais relevantes seus anúncios forem para a sua audiência, maiores serão as suas chances de ser bem sucedido. Se você imaginar que até o Google tornou seus anúncios contextualizados com o conteúdo de sites e blogs, você entende a importância de ser relevante.
Depois de criar sua lista de e-mails, você pode começar a promover ofertas por e-mail. E quando eu digo “construiu”, quero dizer que uma pessoa fará! Acostume-se a enviar e-mails para seus leitores e certifique-se de criar um relacionamento com eles antes de começar a promover ofertas. Você não quer se deparar com pessoas que só se preocupam em fazer uma venda, neh?! Seja genuíno, compartilhe dicas e promova apenas quando houver uma oferta honesta que atenda ao seu público.
O bom do marketing de afiliados é que você não precisa de criar absolutamente nada. Caso você pretenda, é possível ganhar muito dinheiro trabalhando com esse mercado, promovendo ofertas de produtos, sem que na realidade você tenha de criar um blog, site ou outra coisa qualquer. Existem afiliados ganhando muito dinheiro e a única coisa que fazem é anunciar no Facebook, Google AdWords e native ads. Há também quem prefira usar estratégias mais avançadas, como  comprar tráfego para promover programas de afiliados.
O marketing de afiliados não é algo que você pode simplesmente para de ir para o seu trabalho. Todos os afiliados que conhecemos começaram como uma linha lateral e, a menos que você tenha grandes reservas de dinheiro para viver, é provável que você precise fazer o mesmo. Então se a sua dúvida é “estou desempregada o que fazer para ganhar dinheiro” a respostar é um emprego, pois você vai precisa criar uma estrutura para divulgação dos seus produtos.
Por ejemplo, me interesa crear una ”guía de compras” en determinado nicho o micronicho, pero ciertamente me ha costado decidir cuál escoger, ya que sé que no todos son monetizables o que a algunos cuesta mucho posicionarlos en la búsqueda de google. ¿Qué me recomendarías a la hora de escoger un nicho? Y además, ¿cuesta más trabajo posicionar un blog de marketing de afiliados mediante SEO si hay más blogs compitiendo con el mismo nicho en la primera página de google o eso sería una ventaja?
Ser persistente: essa dica vale principalmente para aqueles que desejam ter grandes resultados e não só fazer uma venda ou outra por acaso. O imediatismo é um dos fatores que fazem as pessoas desistirem tão facilmente de suas metas e sonhos. Trace um plano para seu negócio e cumpra-o independente do que acontecer, mesmo quando ainda não houver nenhum lucro, se você mesmo não acreditar no seu projeto como espera que as pessoas acreditem?
Nichos de mercado pequenos também são extremamente interessantes de rentabilizar por meio de marketing de afiliados. Imagine um blog sobre viagens, sobre receitas, sobre moda, etc. Todos esses projetos de nicho podem e devem ser rentabilizados com programas de afiliados. Existem imensos afiliados profissionais utilizando sites e blogs em nichos de mercado bem pequenos, mas faturando muito dinheiro em comissões.
Alguns programas de afiliados pagam apenas 15 dias após o final do mês, mas a maioria dos programas afiliados demora entre 30 dias e até três meses para pagar. Isto é normal porque eles precisam verificar a venda e às vezes eles oferecem um reembolso de 30 dias. Se alguém decidir cancelar a compra e solicitar um reembolso, você perderá sua comissão.
En el formato Coste por mil impresiones (CPM), el anunciante le paga un valor fijo al Afiliado cuando el banner publicitario alcanza mil visualizaciones. Es importante resaltar que el número de impresiones es equivalente a la cantidad de pageviews del blog, partiendo del supuesto de que quien navega en una página ya está siendo impactado por la publicidad que está allí.
O marketing de afiliados tem diferentes ramificações, o que significa que existem afiliados profissionais, sejam eles pessoas ou empresas, trabalhando de formas totalmente diferentes e gerando excelentes resultados. Esse mercado permite a criação de negócios digitais totalmente diferenciados e você deverá optar por aqueles em que se sente mais confortável. Vamos analisar as diferentes abordagens existentes ao marketing de afiliados:
Outros exemplos para um modelo de comissão por lead seriam empresas recrutadoras que estão procurando profissionais para preencher uma determinada vaga de emprego, empresas que buscam obter mais pedidos de orçamento, empresas que pretendem gerar mais cadastros na versão Trial do seu software, etc. Em todos esses casos, o afiliado recebe uma comissão fixa por gerar essa lead, independentemente de esse lead virar um cliente ou não.
Esse modelo passou a ser utilizado em praticamente todos os grandes portais e órgãos de comunicação, que vendiam seus espaços publicitários no modelo de CPM a seus anunciantes, porque consideravam que o usuário que navegava em seus sites já estava sendo impactado por esses anúncios, simplesmente por visualizá-los, mesmo que não clicasse. Ainda hoje, o valor de CPM é utilizado em plataformas de anúncios como o Facebook e Google AdWords e é uma métrica extremamente importante de análise de desempenho e custo. Além do mais, é impossível definir a taxa de cliques (CTR) de um anúncio sem termos em consideração o número de impressões dele.
Tentando encontrar atalhos com métodos de marketing é um enorme erro em marketing de afiliado. Ao encurta o caminho, estamos falando especificamente sobre o black hat SEO. Você será banido pelo Google e gastara o seu tempo criando um novo site. Não aprenda com seus erros, aprenda agora mesmo. Blackhat SEO só leva a um site quebrado. O Google vai te caçar e vai te punir!
Depois de criar sua lista de e-mails, você pode começar a promover ofertas por e-mail. E quando eu digo “construiu”, quero dizer que uma pessoa fará! Acostume-se a enviar e-mails para seus leitores e certifique-se de criar um relacionamento com eles antes de começar a promover ofertas. Você não quer se deparar com pessoas que só se preocupam em fazer uma venda, neh?! Seja genuíno, compartilhe dicas e promova apenas quando houver uma oferta honesta que atenda ao seu público.
Desenvolva uma estratégia sólida. Comece por criar uma estratégia baseada no questionamento. Que problemas você pretende resolver? Em que nicho de mercado você pretende trabalhar? Que tipo de abordagem você pretende fazer a esse público-alvo? Responda a essas perguntas e, com elas, defina a sua estratégia inicial. Comece por planejar suas ações antes de executar qualquer uma delas. Isso fará uma grande diferença no resultado final.
Tal como em outros mercados, no marketing de afiliados a diversificação pode ser crucial para fazer seu negócio sobreviver e crescer. Nunca faça sua estratégia depender de uma única fonte de tráfego e/ou de uma única estratégia de divulgação, caso contrário, é bem provável que você acabe se dando mal no futuro. Utilize diferentes fontes de tráfego para promover seus produtos e compare cada uma das suas estratégias.
O mercado de marketing de Afiliados é, nos dias de hoje, um dos mais prósperos em nível mundial. Com cada vez mais empresas e usuários a trabalharem conjuntamente em prol do mesmo objetivo, trabalhar com programas de afiliados tornou-se fundamental, tanto para as empresas que pretendem crescer e gerar mais vendas, como para os blogueiros e editores de conteúdos que procuram uma forma eficaz de rentabilizar seus sites e gerar mais leitores. Com um modelo de negócios bastante simples e direcionado para a partilha de receitas sobre as vendas, ambas as partes ganham com o mesmo cliente, o que significa que tanto as empresas quanto os publishers estão trabalhando no mesmo sentido e em prol do mesmo objetivo: ganhar dinheiro!
×