Excelente Post!!! Conheci esse mercado ha poucos dias e cara, mergulhei de cabeça, acordo, almoço e durmo lendo e aprendendo sobre esse mercado! Não sei em quanto tempo terei retorno, mas já estou tocando um projeto para trabalhar com Marketing de Afiliados e tornar essa uma das minhas profissões daqui pra frente. Estou conhecendo alguns sites de afiliados e indico esses abaixo sendo, na minha opinião, os melhores no mercado. Detalhe: O Google Adsense é o desejo de "consumo" dos Afiliados, é o master blaster! Mas este é bem criterioso, não tive aprovação imediata, vou refazer algumas coisas e solicitar reanálise, disseram que meu site tem pouco texto além de outros detalhes. Segue abaixo os sites que utilizo: www.zanox.com/br www.lomadee.com www.afiliados.com.br/ É isso, abraços!
2.- Cash back y sitios que reparten sus ingresos con los usuarios: En este caso, se dispone de una base de datos de usuarios registrados con los que se comparten las comisiones por las acciones conseguidas. Los usuarios realizan las compras a través de la plataforma de afiliación y reciben un porcentaje de vuelta. Existen tres tipos diferenciados en este formato de afiliación:
Por ejemplo, me interesa crear una ”guía de compras” en determinado nicho o micronicho, pero ciertamente me ha costado decidir cuál escoger, ya que sé que no todos son monetizables o que a algunos cuesta mucho posicionarlos en la búsqueda de google. ¿Qué me recomendarías a la hora de escoger un nicho? Y además, ¿cuesta más trabajo posicionar un blog de marketing de afiliados mediante SEO si hay más blogs compitiendo con el mismo nicho en la primera página de google o eso sería una ventaja?
Si te estás planteando en lanzarte al marketing de afiliación, puede que se te plantee otra gran duda:  “¿Cómo saben que has derivado un comprador?”. En este punto entra en juego la tecnología. Cuando un lector de tu blog pulsa sobre el anuncio su navegador recibe una cookie de rastreo. En ella se almacenan, entre otros datos posibles, todos los datos del anunciante así como los del medio de procedencia.

No mercado de marketing de afiliados, existem diferentes modelos de comissão, que variam consoante o objetivo de marketing da empresa ou produtor. Ao contrário do que muitas vezes se pensa e fala, existem programas de afiliados não apenas para produtos físicos ou digitais, mas também para ações e contatos. Se o objetivo de marketing de uma empresa for gerar cadastros de potenciais interessados em comprar um produto, por exemplo, essa empresa pode lançar um programa de afiliados que paga um valor fixo para cada cadastro realizado. A empresa não estaria promovendo um produto, mas sim uma ação específica, que no caso seria o usuário preencher o formulário de cadastro.


Você pode adicionar banners ao seu site para promover suas ofertas de afiliados. A maioria dos programas afiliados fornecerá seus próprios criativos assim que você se tornar um afiliado. A colocação de banners em tráfego elevado e publicações relevantes pode levar a grandes conversões. É provável que as pessoas cliquem em uma imagem enquanto capturam sua atenção.
Não necessariamente. Você pode trabalhar a divulgação de seus links de afiliado em campanhas de anúncios no Facebook, Instagram, Google AdWords, Taboola, Outbrain e outras plataformas de anúncios. Você também poderá comprar tráfego para promover seus programas de afiliados, por exemplo. Existem muitos afiliados que não trabalham com blogs, muito menos com conteúdo ou SEO.
Se um determinado programa de afiliados está rendendo uma boa grana, isso não significa que você não pode testar outras ofertas. Na realidade, testar é importantíssimo em tudo o que tenha a ver com marketing digital; e o marketing de afiliados não é diferente. Procure escolher entre três e quatro programas de afiliados para promover, fazendo sempre testes de conversão com cada um deles.
Para se iniciar no marketing de afiliados, você deverá, antes de tudo, compreender como funciona cada uma das formas de partilha de receitas e decidir qual aquela que será à escolha mais lucrativa para o seu negócio. Por exemplo: se você tiver um site/blog que gera milhões de pageviews mensalmente, as campanhas por CPM são, claramente, uma oportunidade muito boa. No entanto, se você trabalha em nichos de mercado que gera, pouco tráfego, os programas por CPA são a melhor opção. Logicamente, cada caso é um caso, e você precisa estudar muito bem os seus projetos antes de decidir promover um determinado produto ou empresa.
Para se iniciar no marketing de afiliados, você deverá, antes de tudo, compreender como funciona cada uma das formas de partilha de receitas e decidir qual aquela que será à escolha mais lucrativa para o seu negócio. Por exemplo: se você tiver um site/blog que gera milhões de pageviews mensalmente, as campanhas por CPM são, claramente, uma oportunidade muito boa. No entanto, se você trabalha em nichos de mercado que gera, pouco tráfego, os programas por CPA são a melhor opção. Logicamente, cada caso é um caso, e você precisa estudar muito bem os seus projetos antes de decidir promover um determinado produto ou empresa. 

Depois de criar sua lista de e-mails, você pode começar a promover ofertas por e-mail. E quando eu digo “construiu”, quero dizer que uma pessoa fará! Acostume-se a enviar e-mails para seus leitores e certifique-se de criar um relacionamento com eles antes de começar a promover ofertas. Você não quer se deparar com pessoas que só se preocupam em fazer uma venda, neh?! Seja genuíno, compartilhe dicas e promova apenas quando houver uma oferta honesta que atenda ao seu público.
É comum a grande maioria dos afiliados profissionais ficar presa a estratégias que funcionam. Quando se encontra uma estratégia que dá resultado, a tendência é usar somente essa estratégia até à exaustão. No entanto, tenha em consideração que existem diferentes formas de promover programas de afiliados, sendo altamente recomendável você diversificar suas fontes de tráfego e, principalmente, a forma como você promove programas de afiliados.
Você precisa se adaptar rápido. Muitos programas de afiliados têm grandes restrições no tocante à divulgação. Muitos não permitem que você faça publicidade em redes sociais, outros não permitem campanhas de e-mail marketing, etc. As próprias redes de publicidade mudam constantemente as suas regras, o que significa que você terá de se adaptar rapidamente e procurar por novas soluções para continuar gerando resultados.
O CPL é muito idêntico ao CPA, mas com uma pequena diferença: a validação das leads. No CPL, você não é remunerado pela ação, mas sim pelo fato de a ação ser validada. Um bom exemplo de um programa deste gênero é o programa de recrutamento de novos afiliados para plataformas como a UpRise40, Netlucro, Netfilia, Netaffiliation ou a Public-Idées, por exemplo. Nestes casos, o afiliado não é remunerado pelos usuários que se inscrevem nas plataformas, mas sim pelos usuários que se inscrevem e são aceitos pelas plataformas para começarem a correr as campanhas de afiliados. Esta é a grande diferença entre a ação e a lead válida.
×